Escolha uma Página

Hoje preparamos um resumão sobre sobre o marketing digital! Acredito que você tem ouvido muito falar sobre marketing digital, inclusive mais intensamente nos últimos dias mas ainda tem algumas dúvidas do que realmente é de como fazer, então resumimos algumas informações para que você consiga entender em uma linguagem simples e já começar a fazer hoje!

Nas propostas comerciais da Create Brasil para seus clientes em 2009, quando abrimos a agência, 95% do escopo era de conteúdo offline e 5% de conteúdo online, algo mais ou menos algo assim:
– Criação de 5 anúncios para revista
– 4 anúncios por mês para o jornal
– Elaboração do catálogo
– Folder Institucional
– Pasta, Envelope, Papel Timbrado
– 1 E-mail por mês
– Criação de novo site

Se você reparar bem, verá que apenas os dois últimos itens são do mundo digital, o restante era offline. Não que o offline seja ruim, ele continua tendo seu valor, mas o digital invadiu tanto nossas vidas que as pessoas passam mais tempo com o celular nas mãos do que com um jornal ou revista, não é verdade? Tudo é questão de estratégia! Veja agora como seria uma proposta nossa atual.
– Estruturação dos canais de mídia social
– Criação de 6 artes por semana para Facebook
– Criação de 6 artes por semana para Instagram
– Criação de 6 artes por semana para o Linkedin
– Criação de 6 artes por semana para o Pinterest
– Criação de 6 artes por semana para o tumblr
– 6 textos por semana para o Twitter
– 4 E-mail marketing por mês
– Criação de fluxo de automação
– 1 produção de conteúdo para o blog semanal
– 1 ebook por mês
– 1 landing page por mês
– Google e Facebook Ads
– Criação do novo site e loja virtual
– Auditoria do SEO
– Elaboração do catálogo
– Folder Institucional

É possível perceber que o trabalho aumentou significativamente, hoje temos muito mais mídias para gerenciar e a proporção inverteu-se, ficando muito mais evidente o digital do que o offline.

A todo esse conjunto de estratégias de vendas no mundo virtual, dá se o nome de Marketing Digital.

Será que sua empresa deve fazer marketing digital? Talvez você seja um dentista, em encanador ou quem sabe o dono de uma padaria. Será mesmo que o marketing digital é pra você?

Bom vamos pensar um pouco em seu público alvo, antigamente chamado de “target” atualmente conhecido como “persona”. Pense comigo:
– O seu cliente tem Instagram?
– O seu cliente tem Facebook?
– O seu cliente tem smartphone?
– O seu cliente tem e-mail?
– O seu cliente tem WhatsApp?
– Quais os canais de comunicação seu cliente mais lê?

Se a sua resposta foi sim para a maioria das perguntas acima, então Marketing Digital é pra você, pois se seu cliente está lá, você também precisa estar! Você não pode viver num mundo à parte do seu cliente.

Tudo bem, já sei que eu preciso, mas como eu devo fazer, qual é o passo a passo, pois bem vamos lá!


SEO, sim SEO!

Uma palavra em inglês que parece um bicho papão, search engine optimization, que trocando em miúdos, é a forma que o Google, Bling e outros motores de busca enxergam o seu site. Não basta ter um site bonito, tem que ser otimizado!

O que? você não tem site?

Marketing Digital
Não tem um site ainda.

Meu filho você precisa de um site pra ontem! E não é qualquer site não, tem que ser responsivo, tem que ser tecnicamente correto, tem que ser estruturalmente assertivo, esqueça o seu sobrinho nessa hora e procure uma agência de publicidade. Se você quiser, clica aqui e saiba 3 bons motivos para ter um site.

O SEO nada mais é do que uma série de configurações que são feitas em seu site, que facilitam os mecanismos de buscas indexarem seu site, ou seja ele se torna mais visível. Se você tem um site com boas práticas de SEO, as chances de você aparecer no topo são grandes, principalmente quando o SEO é local, ou seja, estratégias dentro da sua cidade, onde a competição é proporcionalmente menor.

Se você quiser conhecer mais sobre SEO, clique aqui e leia essa matéria.

Campanhas Pagas
Um outro recurso muito utilizado do marketing digital é a compra de tráfego, ou seja, você paga para que Google, Bling, Facebook, Instagram, entre outros mostre seus anúncios com maior frequência, pra quem está buscando. Não é atoa que palavras como por exemplo: Desentupidora, é uma das palavras mais caras no Google Ads, afinal quem digita no Google essa palavra, é muito provavelmente o cliente no momento da compra, que está precisando de uma empresa emergencialmente.

Tem empresas que colocam caminhões de dinheiro diariamente na compra de tráfego, tamanha a importância! Eu costumo dizer que o SEO do site, é um remédio com doses homeopáticas, e a campanha de tráfego pago é a benzetacil na veia, então para resultados mais rápidos, vá de compra de tráfego, para resultados mais longos, invista no SEO. De verdade, a melhor opção é investir nos dois!

Redes Sociais
8 em cada 10 brasileiros tem Facebook.
O Instagram já tem mais de 1 bilhão de usuários ativos por mês.
Ainda temos outras redes sociais, mas por hora vamos considerar essas duas gigantes. Acredito que os números revelam que não podemos simplesmente deixar as redes sociais de lado, com certeza o seu cliente está nela, e você também precisa estar. Tem uma série de dicas como postar regularmente, não misturar sua rede social pessoal com a da empresa, entre outras.
Se você quiser baixar um livro gratuito de como otimizar seu Facebook, clique aqui.

E-mail Marketing
Haaa não funciona, isso está obsoleto!
Será mesmo? Será que empresas como Kabum, Americanas, Submarino, entre outros tantos grandes players de mercado que enviam e-mail marketing estão jogando tempo e dinheiro fora?

O que não funciona é SPAM, mas se você tiver uma lista segmentada e trabalhar da forma correta você vai ver que o e-mail pode lhe trazer resultados expressivos. Aqui na Create Brasil, as taxas de abertura de e-mail ficam na média de 15%, se analisarmos uma lista com 10.000 e-mails, são 1500 pessoas sendo impactadas com sua mensagem, pode ser que em um jornal não tenha 150 pessoas que vejam efetivamente seu anúncio. Só não faça SPAM, se quiser saber mais porque o SPAM é ruim? Clique aqui que eu te conto.

Marketing de Conteúdo
O Google deseja oferecer sempre uma boa experiência para seus usuários, e por isso ranqueia, ou seja, trás para as primeiras posições conteúdos relevantes, assim como esse que você está lendo agora. As pessoas perguntam muitas coisas no Google, inclusive a revista Olhar Digital, preparou as 20 perguntas mais esquisitas feitas no Google, se você tiver curiosidade, aqui está o link: Clique aqui.
O fato é que o tempo inteiro o pessoal está perguntando ao Google, como fazer isso, como fazer aquilo, qual a melhor…, qual a pior…, qual o mais barato… enfim, e a todas essas perguntas o Google trás uma resposta. Então se você pensar em quais são as principais dúvidas, objeções e dores do seu público alvo e começar a escrever textos otimizados sobre esse assunto, você conseguirá atrair o seu cliente e começar a criar uma relacionamento com ele, isso chama-se marketing de conteúdo. Em breve vou escrever um artigo inteirinho falando só sobre as vantagens do marketing de conteúdo, e como fazer.

Inbound Marketing
Se pegássemos ao pé da letra seria algo como “Marketing de Entrada”, ou seja a maneira com que seu cliente chega até sua empresa.
O  inbound marketing considera a tecnologia do funil de vendas, onde seu cliente caminha entre as etapas: Atrair, Converter, Vender e Fidelizar.

Marketing Digital

Com o inbound marketing, você entende cada etapa da sua persona e trabalha de forma a qualificar o seu cliente a avançar em cada etapa.

Se você quiser saber como o inbound marketing pode ajudar sua empresa a crescer, clique aqui.

Métricas!

Umas das brutais vantagens do Marketing Digital sobre o marketing tradicional é poder mensurar tudo! Uma revista pode lhe dizer que a tiragem dela é de 5 mil exemplares, mas quantas pessoas vão ver o seu anúncio dentro da revista ela não pode garantir. Quantos ouvintes tem um programa de rádio? Quantos de fato vão comprar de você porque viram um outdoor seu na cidade. Esses são números que podemos estimar, mas nunca teremos certeza.

Isso não acontece com marketing digital. No marketing digital é possível por exemplo saber, por quais páginas do seu site o cliente navegou, por qual página ele entrou e por qual ele saiu, quanto tempo ele ficou no seu site, medir a taxa de rejeição, saber se ele recebeu, abriu e clicou no link do e-mail que você mandou. No digital não há a necessidade de estimar, os dados estão lá, basta saber usá-los!

Tenha todas as métricas nas palmas das mãos, sobretudo as métricas que realmente façam sentido para seu negócio, evite focar sua atenção no que eu chamo de métrica de vaidade, como por exemplo, quantas pessoas viram seu anúncio, quantas deram um like na sua postagem, isso tudo não faz você vender mais, você pode ter 1 milhão de likes, e zero vendas. Curtidas não pagam boleto!

Tem uma outra matéria Tudo o que você precisa saber sobre Marketing Digital, se desejar ler clique aqui.

Gostaria de recomendar 4 livros que você precisa ler sobre marketing digital, para saber quais são clique aqui.

E por fim quero lhe oferecer um livro grátis sobre os Mitos do Marketing Digital? Quer baixar? Clique no botão abaixo.

Se você ficar com dúvida de como fazer o marketing digital em sua empresa, faça um contato conosco.